Pentecostes

O que foi?

O que foi Pentecostes?

"A este Jesus, Deus o ressuscitou: do que todos nós somos testemunhas. Exaltado pela direita de Deus, havendo recebido do Pai o Espírito Santo prometido, derramou-o como vós vedes e ouvis". (At 2, 32-33)

Cinquenta dias depois da Páscoa, o Espírito Santo desceu sobre os Apóstolos, reunidos no Cenáculo em Jerusalém no dia de Pentecostes, que era uma das festas judaicas. Sete semanas após a Páscoa, no quinquagésimo dia - geralmente 6 de Siwan (Maio/Junho) - os judeus ofereciam as primícias do pão feito com o trigo da nova colheita. Esta festa também era chamada da "Festa das Semanas". Alguns ambientes judaicos comemoravam a promulgação dos Dez Mandamentos entregues a Moisés sobre o monte Sinai. São Lucas narra:

"De repente, veio do céu um ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados. Apareceu-lhes então uma espécie de línguas de fogo que se repartiram e pousaram sobre cada um deles. Ficaram todos cheios do Espírito Santo e começaram a falar em línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem". (At 2, 2-4).

O Espírito Santo foi enviado por Jesus, agora glorificado também como homem no seio da Santíssima Trindade, para assistir, guiar, animar e fortalecer a Igreja. São Pedro, no discurso que fez ao povo, explicou:

"A este Jesus, Deus o ressuscitou: do que todos nós somos testemunhas. Exaltado pela direita de Deus, havendo recebido do Pai o Espírito Santo prometido, derramou-o como vós vedes e ouvis". (At 2, 32-33)